Azores in 5 days - Açores em 5 dias | Day 4 - 4º Dia

O quarto dia estava reservado para uma das minhas maiores expectativas! Observação de baleias e golfinhos. Pesquisei várias empresas, e a Futurismo foi a escolhida.
Existem variados programas. Em terra e em mar. O passeio que escolhi, de meio dia, poderia ser feito num barco pneumático ou num catamarã. A diferença, como sabem, está na velocidade e, claro, no número de passageiros. Escolhi o pneumático, apesar de mais caro, e adorei!
Antes da viagem é feita uma apresentação acerca do passeio, dos animais que fazem parte do habitat, e também das condições de segurança. A empresa empresta aos clientes fatos impermeáveis e um colete salva-vidas. O "capitão" do barco e o guia (que é um biólogo marinho) mantêm contacto com torre de controlo em terra, e dessa forma conseguem comunicar onde se encontram os cetáceos. Portanto, a viagem começa a alta velocidade, com imensa adrenalina. Afastamo-nos da costa uns 10km e ficamos parados no meio do oceano... Perdi a conta aos arranques repentinos do pneumático! Vi imensos golfinhos! Tão perto! Vi a baleia azul, o maior animal do mundo!!! E vi uma baleia-comum! Não encontrámos o famoso cachalote. Ainda encontrámos uma tartaruga, que segundo a guia, vinha emigrada do México!
Esta viagem serviu de descarga energética. Não só pela adrenalina que a velocidade e os saltos do barco me causaram, mas pela felicidade e ansiedade de ver estes animais tão perto de mim...
Aconselho este passeio. São 55€ por pessoa. No catamarã são 30€ por pessoa. Independentemente da escolha do barco, vale muito a pena embarcar nesta aventura!
No final da viagem é oferecido chá, e que por sinal calha bem porque vinha com imenso frio! Se soubesse tinha levado um gorro ou fita no cabelo, e teria protegido o pescoço... É que no dia seguinte não tinha voz e fiquei uma semana com uma valente constipação...
Era difícil fotografar do barco, porque fotografar natureza e num pneumático é uma obra que eu ainda não domino!

Terminada a viagem, era quase 12h00. Fui da marina a pé até ao restaurante Mariserra. Estava quase lotado, mas consegui dois lugares privilegiados, com vista para o mar!
A comida é saborosa, bem cozinhada, o peixe é fresco, mas demasiado caro. Eu sei que S. Miguel, Açores, está na moda e o turismo está em altas, mas a restauração aproveita-se bem disso... De qualquer forma, é sempre uma boa opção comer neste restaurante. Após o almoço, fiz os 4 km de regresso ao carro, e a pé! Faz-se bem e fez-me bem!
Era um bom dia para conhecer Vila Franca do Campo. Desci pela costa e parei em Água de Pau e na Caloura, e para terminar o dia subi até à Ermida de Nossa Senhora da Paz!

Água de Pau é uma vila pequena e amorosa, de ruas pequenas e estreitas, coloridas!


Na Caloura podem encontrar as piscinas naturais e uma paisagem linda!







A principal atracção de Vila Franca do Campo é o Ilhéu! Infelizmente não consegui fazer a viagem de barco, pois as visitas ao Ilhéu estavam encerradas... Tive de apreciar à distância!








































































Na subida à Ermida, que se pode fazer na sua maioria de carro, obtém-se uma vista maravilhosa da ilha!!
Quando subi à Ermida eram umas 19h, e a Igreja estava fechada. Mas heis as imagens, apesar do dia cinzento!




































































































Neste dia ainda houve energia para ir a Ponta Delgada assistir às festas de Santo Cristo!
Mas vou reservar para uma publicação posterior para não me tornar extensa e enfadonha!




Comments

Popular Posts